Gabarito Exercício-Painel 2

Forte de Villegagnon_Gravura de 1556_BDWebB
Forte de Villegagnon_Gravura de 1556_BDWebB

 

Respostas:

  1. A população brasileira cresce inicialmente, a partir de duas vertentes: escravidão de índios e negros e a imigração.

  2. A mineração colonial portuguesa no Brasil surge no século XVII. Aparece vinculada à exploração do ouro de lavagem (ouro recolhido com bateias no rio) e ás monções (bandeiras fluviais), sendo a maior parte das descobertas no interior, ao longo do curso dos rios.

  3. Ao longo do curso dos rios, o que exige:

> transporte para chegar ao local de exploração e voltar ao litoral;

> caminhos e trilhas para circular internamente;

> infra-estrutura de alimentação para que a atividade mineira se mantenha, fornecida pelos tropeiros e pela pecuária que se expande ao longo do curso dos rios, para o interior.

 

4. O principal ponto de partida expedições de bandeirantes foi a região de Taubaté, em São Paulo, devido à proximidade de Minas Gerais. Foram organizadas moções (bandeiras fluviais) que penetraram pelo rio Tietê, Paraná e Pardo na direção centro-oeste.

5. Estas descobertas modificaram rapidamente a face do Brasil. Fizeram vir para a região grandes contingentes populacionais, entre eles, portugueses. A presença de portugueses na Região de Minas Gerais e grandes levas de migrantes de outras regiões do país não agradou aos paulistas, que exigiram que as terras mineiras fossem concedidas apenas aos habitantes de São Paulo.

 

6. Neste período acontecem diversos conflitos que irão resultar na Guerra dos Emboabas (forasteiros). Terminado os conflitos, muitos paulistas começaram a sair da região de Sorocaba em busca a novas áreas de mineração em direção a região Centro-oeste:

  1. 1719 – Pascoal Moreira descobre ouro em Cuiabá, Mato Grosso;

  2. 1722 – Bartolomeu Bueno da Silva descobre ouro em Goiás.

7. Ao mesmo tempo, a rapidez com que a colônia cresce é muito expressiva, como podemos ver nas seguintes estimativas:

  1. Século XVI – 100.000 habitantes;

  2. Século XVII – 300.00 habitantes;

  3. Século XVIII – 3.300.000 habitantes.

8. Século XVI – não houve expansão territorial. A colonização ficou restrita no litoral até o final do século XVI, em pontos específicos – São Vicente e planalto paulista, Rio de Janeiro, Vitória, Ilhéus, Salvador e Olinda.

 

9. Século XVII - há a penetração da pecuária nordestina para o interior e, como consequência, há um deslocamento para o interior por determinação do Governo Português, para não causar danos aos engenhos açucareiros que estavam situados no litoral.

 

10. Século XVIII - há o desenvolvimento da mineração, a chegada de grandes levas de imigrantes e aventureiros e o desenvolvimento da mineração tendo como centro Minas Gerais.l

 

Entrar em Painel 2

 

               Retornar à Área de Testes.